Destaques OAB Iguaba
Destaque

Dez dicas para aperfeiçoar sua rede de contatos profissionais

Portal da OAB/RJ inaugura série de matérias com orientações para desenvolvimento de carreira

Nádia Mendes

A capacidade técnica, obtida nos bancos da faculdade e cursos, vem se mostrando cada vez menos suficiente para que os advogados e advogadas se destaquem no mercado jurídico. Em um mundo competitivo, os colegas precisam estar sempre atualizados e aperfeiçoando suas habilidades profissionais.

Sabendo destes inúmeros percalços que os colegas enfrentam na construção do sucesso profissional, o Portal da OAB/RJ publicará, às sextas-feiras do mês de julho, uma série de matérias com dicas práticas de aperfeiçoamento profissional. As orientações são da coordenadora de Desenvolvimento Profissional do Advogado da Escola Superior de Advocacia da OAB/RJ, Lisandra Thomé, especialista em educação executiva para o mercado jurídico. Nesse primeiro post, falaremos sobre como formar e manter uma boa rede de contatos profissionais, conhecido no mundo dos negócios como networking.

Mas, o que é networking? Engana-se quem pensa que para fazer networking basta frequentar eventos, conhecer pessoas e entregar cartões de visita. Um networking eficaz é aquele onde você se relaciona com poucas pessoas com o propósito de benefício mútuo. Não se trata de conhecer muitas pessoas, mas de quem você conhece e de construir relacionamentos profundos e significativos.

A pedido do Portal da OAB/RJ, Lisandra Thomé elegeu os dez mandamentos que todos que desejam formar uma rede de contatos eficiente devem seguir:

1 – Tenha uma breve explicação interessante sobre o que você faz profissionalmente

Crie uma espécie de script sobre o que você faz. Essa apresentação tem que ser rápida e objetiva para gerar interesse nas pessoas para quem você se apresenta. Quando você diz apenas “Eu sou advogado”, as pessoas te colocam em uma caixa com todos os outros advogados que ela conhece. Ao invés disso, informe como você ajuda os seus clientes com o que você faz, para que as pessoas se interessem pelo que você tem a dizer

2 – Programe suas atividades de networking, antes e depois

Quando for a eventos ou encontros profissionais, vá com objetivos pré-estabelecidos e prepare-se. Após o encontro, faça um acompanhamento dos contatos que fez. Não adianta ir a encontros de networking, fazer contatos e trocar cartões se, após o encontro, você não mantiver contato com os colegas para estreitar os laços

3 – Seja proativo e inicie conversas nos eventos e lugares

É fundamental ser mais atento e estar disposto a iniciar conversas com pessoas que você vê algum potencial de relacionamento futuro, seja como prestador de serviços, parceiro de negócios, sócio ou funcionário

4 – Fale menos e ouça mais

Conhecer mais sobre o outro é fundamental para construir uma rede de contatos sólida. Por isso, interesse-se em saber seus objetivos, habilidades, interesses e conquistas e use essas informações para personalizar suas conversas, gerar conexões e fazer um acompanhamento depois. Se você demonstra interesse genuíno, naturalmente as pessoas se interessarão mais por você, que passará a ser alguém mais interessante sem precisar se vender. Dica: você tem dois ouvidos e uma boca, use-os proporcionalmente

5 – Contribua para receber

Antes de focar em fazer uma venda imediata, preocupe-se em se tornar conhecido e confiável para os outros. Não adianta ser especialista em alguma área se ninguém te conhece o suficiente para te referenciar para outras pessoas. Preocupe-se, primeiramente, em ajudar seus contatos a melhorar os negócios. Desta forma, eles se sentirão compelidos a te ajudar depois. Criando uma imagem positiva para si próprio, você poderá atrair boas oportunidades de negócios.

6 – Alterne os lugares que frequenta: tanto para o cafezinho, tanto para as compras ou cursos de atualização

Você pode fazer networking conhecer pessoas diferentes e gerar novas oportunidades a toda hora. Os cursos e eventos organizados pela OAB/RJ são ótimos lugares para conhecer colegas com os mesmos interesses que os seus. Acompanhe a agenda completa no Portal da OAB/RJ.

7 – Frequente locais e eventos que seu nicho costuma frequentar

Você não precisa estar em todos os eventos. Se você conhecer bem o seu público, poderá escolher estrategicamente os lugares certos para fazer as suas atividades de networking. Lembre-se que o networking efetivo se trata muito mais de quem você conhece do que de quanta gente você conhece

8 – Tenha sempre seus cartões de visita com você e organize os que você recebe

Se você estiver juntando os cartões que pega sem nenhum sistema para guardá-los, classificá-los e acessá-los, está perdendo tempo e esforço. Seu banco de dados é sua rede de contatos. Você deve cuidar dele, eliminar o que não serve e acrescentar o que for adequado. Dica: use suas redes sociais, principalmente Instagram e Linkedin, para armazenar e manter contato com as pessoas que você conhecer

9 – Junte-se aos grupos certos de pessoas

Participe de associações, organizações, institutos, clubes ou grupos onde o seu público alvo esteja. A OAB/RJ pode ser uma ótima forma para melhorar sua rede de contatos. São mais de 130 comissões temáticas, que debatem diferentes temas e atuam na sociedade. Para participar, mande um email para [email protected] e conheça todos os grupos que integram a Seccional.

10 – Desenvolva sua reputação como um conector

As pessoas querem conhecer pessoas que têm conexões. Quando você tem uma rede que pode consultar para outras pessoas, você se torna um conector, uma referência: alguém que os outros chamarão sempre que precisarem ou quiserem que alguma coisa seja feita. Isso o estabelece como a pessoa que faz as conexões e permite que você seja útil para muitos outros, dentro e fora da sua rede.


Lisandra Thomé é coordenadora de Desenvolvimento Profissional do Advogado da ESA

Exibir Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você está na versão offline