Canal da Mulher

É com muito orgulho que apresento esse canal de comunicação que tem por escopo possibilitar que a mulher advogada ou não, de forma anônima ou identificada, possa enviar seu relato ou um relato de um caso concreto, possibilitando, ao final do ano de 2020, gerar dados suficientes para uma análise estatística, como forma de identificar quais tipos de violência que mais atinge tanto a profissional advogada, quanto a mulher de uma maneira geral.

A violência contra mulher, em qualquer que seja a esfera ou tipo praticado é condenável, principalmente quanto é praticada apenas pelo fato da vítima ser mulher, não podendo mais ser tolerado pela sociedade. É preciso cessá-la.

Assim, a subseção de Iguaba Grande está criando este canal de comunicação para que ao final desse ano, possamos, com os resultados estatísticos, contribuir para o desenvolvimento de políticas públicas de prevenção e controle da violência contra mulher.

Margoth Cardoso
Presidente

Informe seu Relato

Você está na versão offline